| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Informativo Lar e Saúde
Desde: 03/08/2015      Publicadas: 8      Atualização: 03/08/2015

Capa |  Aniversariantes do Mês  |  Apresentação  |  Dia "D"  |  Notícias do Coren  |  Novidades  |  SatisfAÇÃO


 SatisfAÇÃO
  03/08/2015
  0 comentário(s)


Revista Galileu - 7 passos para ser mais feliz no trabalho, segundo a ciência
Pesquisas mostram que bastam algumas mudanças para encontrar maior qualidade de vida
Pode até parecer que a rotina já o engoliu e que todos os seus sonhos foram atropelados pela vida, mas sempre há como mudar a forma como você encara o serviço. Pesquisas, estudos e livros mostram que somente alguns passos são necessários para uma vida mais tranquila no trabalho. Então veja a lista de dicas que a The Week separou para ser mais feliz com a sua profissão:
1 " Dinheiro não importa tanto assim

Por mais que pareça um pouco utópico e até mesmo inacreditável para a realidade em que nos encontramos, dinheiro não é sinônimo de felicidade. Segundo pesquisas recentes, dos fatores que fazem as pessoas felizes no trabalho, bom salário está entre os últimos.

Para uma pesquisa realizada nos Estados Unidos, China, Japão e Índia pela Mercer, "base salarial" se encontra em sétimo dos 12 principais fatores para ser feliz no emprego. Segundo a Harvard Business Review, "aceitar um trabalho pelo salário" é um arrependimento número um na pesquisa de carreiras. Surpreendente?

2 " Status vale menos do que respeito

Por mais que profissões antigas, que carreguem respaldo da sociedade, possam parecer mais prestigiosas, saiba que mais vale um emprego em que se é respeitado do aquele que impõe respeito.

Segundo essa pesquisa, ser um chefe confiável " ou confiar no seu chefe " vale mais do que um aumento de 30% no salário. Para essa equipe, fazer parte de um grupo de colegas que gosta significa maiores chances de promoção. Para o sociólogo Richard Sennett, escritor do livro "How to Findi Fulfilling Work", respeito faz com que as pessoas se sintam "seres humanos completos, cuja presença realmente significa alguma coisa".

3 " Fazer a diferença faz diferença

Uma lista com os "trabalhos mais felizes" foi divulgada: trabalhos que trazem benefícios sociais tendem a trazer satisfação pessoal.

Para os cientistas Howard Gardner, Mihaly Csikszentmihalyi, e William Damon, pessoas que trabalham para o bem dos outros exibem altas taxas de felicidade no emprego.

4 " Use o que você tem de melhor

Procure usar o seu talento! Segundo esta pesquisa, trabalhar com o que gosta é responsável por grande parte das "emoções felizes" que sentimos. Quando incentivadas a fazerem o que sabem " e amam ", as pessoas são mais produtivas.

5 " Corra atrás do que ama

O clichê ataca novamente: fazer o que ama traz benefícios muito positivos. Para essa pesquisa, os indivíduos entrevistados que trabalhavam com o que amavam se mostraram muito mais satisfeitos, animados e felizes com suas vidas. Em contraponto, demonstraram baixíssimos níveis de ansiedade e depressão.

6 " Seja autonômo

Autonomia é um dos passos mais importantes para um bom emprego. Sentir-se capaz de controlar o seu tempo e suas ações, sem que sejam necessárias ordens, é ideal, como diz o livro "How to Find Fulfilling Work". Viva a liberdade!

7 " Pare de procurar o trabalho perfeito

O trabalho perfeito não existe! Pelo menos não aquele que você sonha antes de dormir... Para o autor de "Mindset: The New Psychology of Success", "o que uma pessoa pode aprender, praticamente todas as pessoas podem aprender". Com isso, ele defende que a evolução dos nossos talentos seja constante, gerando a abertura de portas novas o tempo inteiro. Assim aumentando as chances de fazer o que gosta e, consequentemente, de ser feliz no que faz.


  Mais notícias da seção Geral no caderno SatisfAÇÃO



Capa |  Aniversariantes do Mês  |  Apresentação  |  Dia "D"  |  Notícias do Coren  |  Novidades  |  SatisfAÇÃO
Busca em

  
8 Notícias